Tudo em cima

O pai de GABRIEL, de 7 anos, fez questão que o rapaz tivesse um quarto para crescer com tudo o que tem direito: mesa de estudos generosa e espaço também para os amigos se divertirem a valer nos 24 m2. E mais: a equipe da OBA!, que assina o projeto, incluiu ali uma cabana descolada, com dois andares de pura fantasia e aventura.

Fotos: Sambacine

Os ambientes nessa casa na Barra da Tijuca são bem amplos, iluminados, e permitiram que Leila Bittencourt, arquiteta da Oba!, conseguisse colocar tudo que os pais de Gabriel, de 7 anos (dono também da brinquedoteca mostrada aqui) queriam para o jovem rapaz. Tem mesa de estudos organizadíssima, muita prateleira para livros e jogos, cama tipo sofá para o amigo dormir, portinha com passagem para o quarto da irmã e, ainda, uma verdadeira cabana revestida de pinus. Sim, é isso mesmo: uma cabana dentro do quarto! Imagina o sucesso que o ambiente faz entre a galerinha jovem que frequenta o pedaço?

– O pai do Gabriel achava que era importante o quarto ter um tom de aventura, não ser apenas um dormitório ou lugar de estudo e de televisão. Aí sugerimos a cabana, que é um refúgio delicioso, lúdico. Ele pode brincar ali, se esconder e até ler um livro em um “habitat” diferente. Tudo isso sem sair do seu mundinho – conta Leila.

Os tons de azul e verde foram uma escolha da família e Leila logo sugeriu que as camas fossem baixas e lotadas de almofadas – por sinal, o estofado é feito com um tecido ecológico, uma lona moldada com garrafas pet. E mais: tem revisteiros para todos os lados, com espaço de sobra para guardar as coleções de quadrinhos (ele herdou os antigos livros do Asterix do pai). Outra boa ideia foi encaixar uma mesa mais baixa dentro da bancada – por enquanto, é essa que Gabriel usa. Repare que tudo ali tem rodízios, facilitando o deslocamento e abrindo espaço para montar a pista de futebol de botão no piso. Mais uma boa solução da Oba! foi encaixar a TV em um painel de fórmica branca, imantada. Perfeito para prender fotos e avisos.

– Sabemos que é raro encontrar um quarto com essa metragem, mas todas essas soluções podem ser adaptadas, com charme e ludicidade, para um universo mais compacto – avisa Leila.

Amamos:

A cabana forrada de pinus por fora, irresistível, com direito a um pufe listrado dos mais confortáveis, que dá um nó. Tudo da Oba!

Mão na massa:

Viu o pufe? É uma cobra comprida, que você pode retorcer e colocar no formato desejado. Que tal experimentar fazer o seu com sobras de tecidos? É só cortar e caprichar em um arremate simples e reto na máquina de costura.

Deixe seu comentário

2 comentários

  1. Debora Fajardo

    Fantástico a junção dos dois ambientes, descolado para brincar e funcional para estudar sem estar em ambiente padrão.

    Responder

  2. Fabiana Reis

    Muito legal a versatilidade de criar um espaço com mesa que vai desde pequenininho até grande. Adoro essa marcenaria inteligente.

    Responder