Tudo azul

Listras cinza, off white e azuis sobre uma base neutra. Assim é o quarto de SAMUEL WISCHERMANN, de 12 anos, que – pasmem – desenhou sozinho a marcenaria da sua bancada de estudos. Aguardem: ele já tem pronto o projeto da casa incrível que pretende morar quando crescer! O rapaz vai longe.

Fotos: Andrea Marques

Fotos da família junta: Johansson Correia

Marina Wischermann Buchheim, fotógrafa, é também uma decoradora (e tanto) nas horas vagas. Com ajuda da designer de interiores Taís Lancates, ela planejou todo o quarto do seu primogênito, o compenetrado e doce Samuel, que já se interessa em desenhar projetos de arquitetura. Para ele, a bancada de estudos bem confortável era essencial e, sem pestanejar, fez o croqui do que precisava e entregou para o marceneiro. Depois escolheu os tons das listras do adesivo da parede (criação de Taís)  e sua mãe só precisou pensar na cama, que funciona como um sofá, forrada com uma lona bem resistente.

– A gente brinca que esse projeto foi feito a seis mãos: eu, a Taís e o Samuel. Ele participou ativamente, foi o primeiro quarto só dele, já que antes dormia com o irmão do meio,  e pensamos em colocar tudo o que precisava para estudar com conforto e receber os amigos. É um ambiente que pode acompanhá-lo por muitos anos – conta Marina.

De resto, o rapaz tem direito a uma varanda exclusiva, típica de todos os apartamentos nesse prédio charmoso do Jardim Botânico. Ali ele deixa os skates, que acabam compondo também a decoração. Fotos da família, emolduradas e sobrepostas em cima do módulo da estante, criam um clima mais descontraído. Outra sacação bacana: embaixo da cama, caixotes de fibra natural servem para guardar brinquedos, legos e bolas. O pufe amarelo traz um toque descontraído e o espelho generoso, apoiado na parede, reflete as listras em frente e traz profundidade para o ambiente, que tem 14m2.

Amamos:

O adesivo de listras é um clássico que funciona nos quartos adolescentes e a bancada, desenhada por Samuel, já tem jeito de projeto de gente grande.

Mão na massa:

Samuel desenhou a estante e conseguiu planejar sem complicar tudo o que precisava para estudar com conforto. Que tal começar fazendo a mesa de cabeceira? Repare que a dele é um caixote, bem simples de ser montada.

Deixe seu comentário

2 comentários

  1. Cristiane Cunha

    Esse foi o quarto que mais gostei pois achei simples e inteligente. Ideal para o meu filho

    Responder

  2. Tatiana Benevides

    Lindo! Adorei…

    Responder