Mãe é mãe

A atriz MÔNICA MARTELLI, mãe de JULIA, de 7 anos, é do tipo que ouve e respeita as opiniões da mocinha. No quarto novinho em folha, foi a filha quem definiu os tons e o estilo. E que bom gosto!  Projeto de ALLISON CERQUEIRA e RENATA FRAGELLI, com estampas, papel de parede e quadrinhos de NARA MAITRE.  

Fotos: Nicolas Bouriette

Para Mônica Martelli, 7 anos é aquela idade em que as meninas viram mocinhas, já têm opinião e precisam ser ouvidas. Foi esse processo que ela passou com a filha Julia, quando decidiu que era hora de fazer um quarto novo, que não tivesse mais aquela cara de criança e já flertasse com a fase da adolescência.

_ Até um certo momento, o quarto reflete um sonho e desejo da mãe. Essa sacada de que chegou a hora de respeitar o estilo da Julia fez com que ela se tornasse dona do espaço e curtisse muito a reforma. Imagina que segurança que ela ganhou ao ver o resultado de suas escolhas estampadas aqui? _ diz Monica.]

O projeto, assinado pelas designers de interiores Allison Cerqueira e Renata Fragelli, teve bons desafios: Julia queria uma parede preta (por ser fã assumida da magia de Harry Potter) e a dupla sugeriu que ficasse atrás da bancada e funcionasse como lousa. Como a mocinha é dona de muitos brinquedos e bonecas, foi necessário criar espaço para organizar tudo (veja os caixotes revestidos de fórmica branco ao lado do armário!). De resto, entre os tons escolhidos tinha branco, cinza e um rosa forte, que trouxe personalidade ao ambiente, mas sem ficar “garotinha” demais.

_ Para organizar melhor livros, brinquedos e ter espaço para estudo, desenhamos uma marcenaria sob medida, além da cama tipo sofá (deck em lambri), que tem lugar para encaixar livros na lateral. Repare que as prateleiras em cima da bancada têm mãos francesas vermelhas, que se destacam no preto, e a estante da TV foi tingida de laca cinza clara _ explica Allison.

As estampas – incluindo o papel de parede (de bolinhas pretas), tecidos de almofadas, pufe e quadrinhos – vieram do ateliê de Nara Maitre, que montou um mix exclusivo para o ambiente com as cores escolhidas por Julia.  O tapete (Square Foot) listrado caiu como uma luva para dar um clima mais aconchegante no piso de madeira de demolição (o mesmo da casa toda). E, charme especial, um tonel de ferro serve de mesa de cabeceira (Lz Mini).

_ O quarto é inteiro bonito e inteiro funcional. Tem projetos que só ficam bem no papel, o que não é o caso aqui _ elogia Monica.

Amamos:

O fundo preto da parede da bancada, onde Julia pode escrever lembretes com giz! Os caixotes, forrados de fórmica branca, podem ganhar palavras ou desenhos com pilot.

Mão na massa:

Viu o tonel de mesa de cabeceira? Que tal customizar um para o seu pequeno, pintando com tinta spray?

Deixe seu comentário