Aventuras em série

Leonardo adora cavernas, vampiros, robôs… e queria que seu quarto fosse um grande playground. A arquiteta LEILA BITTENCOURT, da OBA!, mergulhou na personalidade do rapaz e montou um ambiente cheio de ideias bacanas, para aventureiro nenhum botar defeito.

Fotos: Leonardo Costa

Mesmo sendo um quarto feito sob medida para Leo, de 6 anos, sua mãe pediu que o ambiente amplo, de cerca de 16m2, tivesse duas bicamas e, ainda, uma beliche, que funcionasse como uma espécie de mezanino para ele brincar. A ideia era aproveitar bem o espaço para estimulá-lo a inventar suas aventuras com o universo que ele ama, povoado por caveiras, vampiros, robôs e tudo mais. Até um mapa adesivado (Fina Stampa) foi colocado no painel de vidro que faz a ligação para a varanda. Sacada bacana!

_ O Leo adora inventar histórias. É um aventureiro nato. Sua mãe queria muito que o espaço o estimulasse a brincar. A ideia de colocar uma cama em cima foi justamente para que ele montasse uma “caverna” ali _ conta Leila Bittencourt, da Oba!, autora do projeto.

O papel de parede Oba! traz as imagens que o rapaz mais curte e as cores predominantes foram escolhas da mãe. No caso, o painel forrado com fórmica azulão embute nichos que servem para guardar livros e objetos – uma espécie de mesa de cabeceira para as bicamas. E, repare, na lateral da beliche aparece com elegância os degraus que servem de acesso para o “andar de cima”.

_ Forramos o fundo da cama de azul e fizemos a estrutura da beliche de tubos metálicos pintados com tinta eletrostática amarela (futon da Biofuton). Ficou bem descolado. Tem sempre amigo por aqui e Leo tem um irmão menor que, claro, adora vir dormir com ele _ diz Leila.

O painel azulão ficou 30 cm afastado da parede para dar espaço para colocar ali os nichos vazados. Em frente, a estante da TV tem prateleiras irregulares (da estante “Galhos” da Oba!), com detalhes em amarelo. Sob a bancada cavalete, dois gaveteiros com rodízios da linha industrial da Oba!. É ali ainda que ficam escondidos os equipamentos de TV a cabo e videogame.

_ Outro pedido da mãe é que a bancada fosse bem comprida, para ter espaço para duas pessoas sentarem confortavelmente _ revela Leila, que usou ainda pôsteres divertidos para desenhar a parede junto à porta. Os tapetes, redondos, repetem os tons predominantes. E, na varanda, a tendinha e o balanço estimulam ainda mais as “aventuras” de Leo. Tudo da Oba!

Amamos:

A ideia da beliche ser uma espécie de mezanino e servir como um ponto para as brincadeiras de Leo. O mapa adesivado no painel de vidro que divide o quarto da varanda - sacada genial!.

Mão na massa:

Na bancada, os quadros de Leo trazem um ar descontraído para o ambiente. Valorize a arte que seu filho cria e deixe exposta!

Deixe seu comentário