À espera de Rafael

Praticidade foi a palavra chave para MAIRA CYMROT na hora de planejar o quarto de seu caçula, RAFAEL. Nos 8m2, tem berço que cresce junto com o bebê e trocador dentro do armário. Mas sem deixar o charme em segundo plano, dá uma olhada na rede e no papel de parede, que “atravessa” a cortina!

Fotos: Mariana Lima

Faltavam poucos dias para o bebê nascer no dia da sessão de fotos. A designer de moda Maira Cymrot curtia o quartinho pronto de Rafael (hoje com quase 2 meses), junto com seu primogênito, Diego, de 3 anos, que não saiu da mini rede instalada para o irmãozinho – uma diversão!

_ Esse aqui era o quarto do Diego, mas quando engravidei decidi investir em um novo cômodo para ele (veja aqui no NaToca) e deixar esse para o Rafael _ explica Maira. _ Pensei muito na praticidade. A poltrona abre para virar uma cama e o berço é aquele modelo “Crescer”, que vai aumentando de tamanho conforme a criança vai crescendo, até virar uma caminha.

Outra solução que caiu como uma luva para o ambiente de cerca de 8m2 foi o trocador, que fica dentro do armário com porta de correr. Quesito “funcionalidade” resolvido, era hora de passar para a decoração, que surpreende em cada canto. O papel de parede delicado, com azul, branco e amarelo, tem estampas de padrões diferentes. E um detalhe encantador: a cortina traz o mesmo desenho, com os tons invertidos (repare: dentro do armário, na parte do trocador também é assim. E os passarinhos surgem ainda na estante de livro). Tudo da @etz_tricot, de onde são também o tapete-árvore, almofadas, enxoval e o urso que enfeita o nicho em cima do berço.

A rede, adorada pelo bebê o e irmão, era, na verdade, para ser amarrada no berço, entre as grades. Mas como não coube nesse modelo, Maira pensou numa alternativa para conseguir usá-la e acabou mandando fazer, sob medida, um suporte em compensado, com forma de arbusto. Um mimo!

_ Essa peça é toda de encaixe, então é fácil desmontar e guardar quando eu precisar. E outra coisa legal é que o tecido em cima pode ser jogado sobre ela e virar uma cabana _ conta a designer.

Por fim, o nome do bebê em arame e crochê é da Achei o que eu queria; os três quadrinhos na parede em cima da rede foram feitos pelo avô, em marchetaria. E o móbile, em cima do berço, pela própria Maira.

Amamos:

A rede é super original e dá o maior charme ao quarto; o tapete de arbusto e o papel de parede delicado, com as diferentes padronagens

Mão na massa:

O trocador dentro do armário é uma ótima solução para quartos pequenos: aproveite o gaveteiro como uma bancada e o cabideiro como apoio. E viu o papel de parede no fundo, que graça?

Deixe seu comentário

2 comentários

  1. Beatrice Mathey

    Riqueza e amor em cada detalhe.. amando o site. Parabéns!!

    Responder

  2. Ariela

    Amei, detalhes lindíssimos! Quero um parecido para o meu filhote.

    Responder