De toda forma

O pedido inicial da advogada ERICA SANTANA foi por um quarto vermelho. Mas, aos poucos, as designers Cris Soler e Daniella Tombini conseguiram convencer a moça a escolher cores mais suaves, que não cansassem logo. Daí, surgiu o cinza como base e uma atmosfera leve de flores e passarinhos.

Fotos: Andrea Marques

Quando se mudou para o apartamento em Copacabana, Erica já estava grávida de Ana Clara (no dia das sessão de fotos tinha apenas 40 dias) e correu para planejar o quarto da pequena a tempo. A primeira filha ainda não tinha nascido, mas ela já pensou em um ambiente que pudesse receber, quem sabe, um irmãozinho futuramente. Portanto, nada de marcenaria fixa. Cris Soler e Daniella Tombini (dos ateliês Fina Stampa e Mini Móbile, respectivamente) propuseram móveis soltos, para permitir mexer na disposição com facilidade.

– São peças ainda que podem se adaptar ao crescimento da Ana Clara. O trocador, por exemplo, vira uma mesa de estudo, é só tirar o gaveteiro de baixo – explica Cris. – Já os motivos mais menininhas, como os adesivos de passarinho e flores (Fina Stampa), são bem simples de remover.

A base cinza do ambiente de 17m2 foi composta com papel de parede de diferentes formas geométricas. E as cores surgem pelos quatro cantos, com a maior leveza – principalmente o amarelo, que tinge prateleiras e mesinha, e se mistura nas estampas (Mini Móbile) do kit berço, bandeirinhas, móbile, almofadas e trocador.

Primeiramente vistos como um problema a ser resolvido, os dentes do espaço acabaram assumidos no maior estilo, e têm um papel no quarto.

– A gente aproveitou para encostar o berço em um deles, e botou papel de parede com uma padronagem diferente só ali. Em frente, um outro dente dá uma separada no cantinho da estante e do trocador – diz Cris. – Como o quarto é grande, acabou virando um ótimo recurso para destacar certas partes.

Amamos:

O papel de parede com diferentes formas geométricas, mas sempre no mesmo tom; e os detalhes espalhados por todo quarto com uma carinha de artesanal.

Mão na massa:

Em cima do trocador, uma barra fixa na parede ajuda a pendurar sacos que guardam fraldas e pomadas do neném. Uma boa ideia para copiar, costurando um tecido estampado para ser o saco.

Deixe seu comentário