Na Estrada: Bariloche no verão

A cidade argentina atrai milhares de turistas que não resistem a uma paisagem coberta por neve, mas engana-se quem pensa que Bariloche só vale no inverno. O arquiteto RICARDO ALVES DE ALMEIDA e a fisioterapeuta ANELISE LAMAS foram com os filhos, hospedaram-se no famoso Llao Llao e voltaram convencidos: é o maior programão para se fazer com a família!

Tags:

Ricardo e Anelise:

“Estivemos em Bariloche com nossos filhos pequenos, Lucas (5 anos) e Pedro (3), em fevereiro e apostamos no Hotel Llao Llao, um ícone na cidade. É afastado do centro de Bariloche, mas sua localização é tao privilegiada que não atrapalha, já que o grande barato é curtir o próprio hotel.

Em estilo alpino, tem muita madeira e grandes lareiras, composto pelo prédio antigo construído nos anos 30, conectado à parte nova aberta em 2007, onde ficamos hospedados. É todo rodeado por lindos jardins com grandes árvores e muito espaço para explorar com as crianças, que adoraram correr por dentro dos bosques e pelos grandes gramados que o hotel possui. Mas a grande atracão foi o lago Nahuel Huapi! Imenso e com uma pequena parte margeando o hotel, criando um cenário belíssimo. É diversão garantida com as crianças! Tem uma pequena praia com canoas, stand-ups e caiques que eles adoraram – e nós também! Além de um deque de madeira, ideal para mergulhos na água fria do lago. Isso mesmo, a agua é fria! Eu adoro e meus filhos também, mas não é todo mundo que gosta. Mas o hotel possui uma excelente piscina aquecida, com uma vista espetacular para o lago e montanhas, com área coberta e descoberta. E há ainda uma jacuzzi com água mais quente.

Além disso, o hotel oferece atividades com recreadores para crianças, que durante o dia fazem inúmeras programações lá dentro. Tem uma sala grande de brinquedos para os pequenos.

Vale destacar o cafe da manhã, com atrativos para todas as idades, como os waffles com doce de leite e outras maravilhas.

Quem quiser pode fazer passeios para a cidade ou arredores. Aconselho o passeio chamado Circuito Chico com a subida de teleférico ao Cerro Campanário. Os meus filhos adoraram o teleférico! Visitar o centro de Bariloche e Villa La Angostura também valem.

Dica: quando chegamos no quarto tinha uma cama extra e um berço muito pequeno, que foi a única opção que eles aceitaram na reserva. Mas chegando lá, pedimos para trocar o berço por outra cama e deu tudo certo!”

Os cinco programas imperdíveis, segundo Ricardo Alves de Almeida:

1- Circuito Chico, visitando vários lagos da região e fazendo a trilha da ponte romana

2- Cerro Campanário, que é um mirante com vista espetacular e o acesso é por teleférico

3- Mergulho no lago Nahuel Huapi. Ao longo da estrada que margeia o lago, tem diversas pequenas praias

4- Cerro Catedral e Cerro Otto

5- Vila La Angustura, vilarejo a uma hora e meia de Bariloche

Deixe seu comentário