Skate, surfe e rock’n’roll

GABRIEL, 12 anos, escolheu cada detalhe do quarto descoladérrimo feito por sua mãe, a arquiteta Leila Bittencourt, da OBA! E o resultado é um espaço repleto de personalidade, com pranchas, skates, desenhos e bolas subindo pelas paredes. Para adolescente nenhum colocar defeito.

Fotos: Andrea Marques

Quando viu qual seria o seu quarto, no novo apartamento, Gabriel pediu à mãe, a arquiteta Leila Bittencourt, da Oba!, que dessa vez tivesse a chance de escolher o estilo, as cores e os móveis do ambiente. Especialista em criar projetos para o público jovem, ela concordou e acatou o desejo do rapaz:

_ Nessa idade, são eles que mandam. Eu só obedeço, oriento, dou uns palpites e faço a produção executiva _ brinca ela.

A sorte é que Gabriel, acostumado a conviver com os projetos de Leila – que também apresenta o programa de decoração Olho Mágico, no GNT – tem o maior bom gosto. E foi logo propondo tingir as paredes de cinza e fazer a marcenaria (simples e básica) em amarelo. A pegada é industrial, com gaveteiros tipo “case” embaixo da bancada, cadeira skate (Zanini de Zanine para Oba!) e três futons listrados no piso desenhando a cama (Biofuton para Oba!).

_ Como o apartamento é alugado, tentei fazer o mínimo de investimento no ambiente, mas sem deixar de imprimir um estilo bacana. De um lado coloquei o painel amarelo, que funciona como revisteiro e apoia livros. Essa prancha contínua, que sobe até 1,20m como um lambri, acompanha a lateral da cama, montada apenas com futons. Quando os amigos vêm, cada um dorme em um e fica bem confortável. Do outro lado, uma placa revestida de chapa metálica expõe pés de pato, as pranchas de diferentes tipos, o triciclo, mapa, desenhos e até nichos de acrílico com os carrinhos e legos que ele não se desfaz. Tudo fica aparente e funciona bem na decoração. São memórias de várias fases do Gabriel – diz ela.

Para fechar o ambiente para o corredor (onde fica a TV e quadros de aquarela, azuis, de  Gabriel Oliveira, vendidos na Oba!), Leila optou por uma porta larga dupla forrada com fórmica branca brilhante, que funciona como lousa e pode ser escrita com pilot (basta usar um pano úmido para limpar). Painel sob medida para ele escrever recados, desenhar e soltar a imaginação…

_ O adesivo da fênix foi escolha dele, fez questão de deixar sua marca ali. E ainda colocamos o tecido preso com um gancho ao teto, para ele fazer malabarismos. É um quarto para ser usado, com a cara e o jeito dele. Outro toque bacana foi a bancada: um pranchão com dois módulos tipo case encaixados. Simples e funcional. Montei tudo em poucos dias e acho que ele se sente realmente o dono do pedaço – arremata ela.

Amamos:

A parede cinza, que expõe tudo o que o Gabriel gosta: os skates, triciclo, prancha, legos, carrinhos, mapa e até pé de pato. Está tudo ali, preso em ganchos ou fixados com ímas. Quanto mais, melhor.

Mão na massa:

Cama baixa, feita de três futons sobrepostos: ideia que dá para montar com facilidade, até mesmo usando colchões forrados com tecidos de diferentes estampas. Os adolescentes adoram esta total informalidade.

Deixe seu comentário

4 comentários

  1. Cristiane

    Olá eu me chamo Cristiane e queria saber aonde vcs compraram a cadeira cinza da escrivaninha dele?

    Responder

  2. Marina Almeida

    Olá, onde posso encontrar o suporte para bolas? Obrigada

    Responder