Vida de equilibrista

Apê alugado no Leme, quarto de 10m2 vazio e uma jovem cheia de (ótimas) ideias na cabeça. É assim que começa a história do ambiente de LETÍCIA, completamente planejado por ela junto com os pais. O resultado? Um espaço com tudo o que ela precisa para ser feliz: beliche, arara de roupas, e uma obra de arte familiar – das mais originais –  estampando a parede.

Fotos: Andrea Marques

Um belo dia, a fotógrafa Andrea Marques, colaboradora fiel e querida do NaToca e autora de vários cliques de ambientes do site, chegou contando que a Lelê, sua inspirada filha de 11 anos, tinha decidido fazer uma arte ousada no seu quarto, no apê recém-alugado no Leme. A ideia era das mais divertidas: encher bolas de borracha com tinta (200ml) e jogar com força na parede, para fazer o efeito de “splash”. Animada, ela disse ainda que o resultado tinha ficado bem bacana e o ambiente era, no mínimo, original e cheio de personalidade. E mais: Lelê faz aulas de tecido na Deborah Colker e pediu um pendurado no meio do quarto, para treinar malabarismos. Enfim, tínhamos que mostrar e contar essa história, não?

– Foi engraçado que a Lelê chegou cheia de certezas, com essa ideia de jogar as tintas. De início, ela queria a parede preta, mas achamos um pouco complicado, já que podia ficar escuro. Conseguimos convencê-la a fazer com o fundo branco e deu certo. Os respingos arrematamos com pincel – explica Andrea.

O beliche veio do quarto antigo e foi “customizado” com o fio de luzes, que trouxe um charme especial à estrutura. O manequim já estava no apê e, a cada dia, Lelê veste com uma produção diferente, garimpada na arara que funciona como um armário.

– Esse quarto não tem armário e foi então a chance dela ter a arara que sempre sonhou. Fica charmoso, parece um camarim.

O tecido acrobático, pendurado no meio, foi o toque final, já que ela estava louca para poder treinar as acrobacias em casa. Andrea encontrou esse no mercado livre, na internet. De resto, a menina, como os pais (Andrea e o pai, Eduardo Monteiro, são fotógrafos do Fotonauta), tem um olhar apurado para tudo que a cerca: as fotos emolduradas na parede são uma seleção feita por ela do seu instagram, ampliadas no tamanho 20 x 20 cm. 

– Hoje ela diz que sua fase mudou (essas fotos são do seu aniversário de 10 anos) e as imagens seriam outras. Vida de artista total – diz Andrea, cheia de orgulho.

Amamos:

A parede como base para a obra de arte feita em família; as fotos do instagram emolduradas na parede; e arara servindo de armário.

Mão na massa:

A sugestão aqui, claro, é se inspirar na Lelê e criar uma arte original para a parede. As bolas de encher recheadas com tinta foram jogadas na parede, criando um efeito splash.

Deixe seu comentário

Um comentário

  1. Luiza Vieira

    Queria saber o que usou pra prender o tecido no teto.. foi roldana ? queria fazer um esquema de poder alterar a altura do tecido, por isso não queria algo fixo.. Obrigada.

    Responder