Verde nas alturas!

Felipa, de 4 anos, era dona de um espaço comprido, com pé direito alto. Para melhor configurá-lo, Carolina Escada e Patricia Landau, da ESCALA ARQUITETURA, desenharam cantos definidos: o de dormir, de leitura, área de brincadeiras e um ateliê de arte. Tudo junto e muito bem misturado, com boas pitadas de verde água, o tom preferido da mocinha.

Fotos: MCA Estúdio

A primeira impressão que Carolina Escada e Patricia Landau tiveram, quando entraram no ambiente da pequena Felipa, era que o espaço merecia um melhor aproveitamento. Amplo, iluminado, mas comprido e estreito, imaginaram soluções que definissem melhor cada cantinho. A primeira decisão foi usar o verde água – preferido de Felipa – como tom dominante e, a partir daí, foram desenvolvendo ideias que deixaram o espaço com cara de brinquedoteca e, simplesmente, encantador.

_ Fizemos um painel tingido de verde, em L, para esconder a área dos armários, onde colocamos araras. A ideia era deixar ali, penduradas em araras, fantasias e ter um clima de camarim _ conta Patricia.

Todo o conceito do projeto foi tornar o clima o mais lúdico e convidativo, para Felipa se sentir incentivada a brincar e se esbaldar com as amigas. O “ateliê” ganhou mesinha para desenhos e uma parede com chapa de mdf perfurado, perfeita para encaixar suportes para livros, lápis de cor e, ainda, prender as “obras” da mocinha. Há também um rolo “porta-papel”, feito sob medida. A lousa, uma graça, tem formato de casinha e, em frente à TV, a beliche – na verdade uma triliche – foi desenho da dupla e tem forma de casinha, inspirada em chalés nas montanhas. Bem aconchegante!

_ Colocamos ainda um papel de parede com tom escandinavo (Ferm Living) e a roupa de cama veio de lá também, com um design simples e discreto. Almofadas e balanço de ovelhinha da LZ Mini e mesinha da Oba! dão total charme ao mundinho de Felipa. Um toque especial foi a tendinha, sempre montada, assim como o tapete em forma de animal, que a mãe trouxe de fora _ revela Carolina.

Alguns detalhes aqui fazem a diferença – o painel furadinho vai até 75cm de altura. E, no futuro, deve virar bancada e escrivaninha. E os módulos para guardar os brinquedos se encaixam, desenhando uma estrutura lúdica e prática.

Amamos:

O aproveitamento do espaço, o painel perfurado, e o canto ateliê com brinquedos e livros acessíveis para Felipa.

Mão na massa:

O painel de mdf perfurado é uma boa para forrar paredes de quartos infantis. Basta adaptar e fixar, nos furos, caixas para guardar brinquedos e pendurar desenhos e prateleiras. Prático e charmoso!

Deixe seu comentário