Super Bruno

Seria a primeira vez que BRUNO, 7 anos, teria um quarto especial, todo planejado. A mãe chamou a arquiteta HANA LERNER e o ateliê NINA MORAES para caprichar e juntar, ali, tudo que o menino mais ama: super-heróis e legos.

Fotos: Nicolas Bouriette

São 9m2, um menino louco por super-heróis e legos, e uma arquiteta e duas designers experts em quarto de criança. O resultado foi um espaço bem planejado com os “temas” surgindo na dose certa, sem pesar – assinatura da arquiteta Hana Lerner com as designers Mariana Moraes e Mariana Marx, do ateliê Nina Moraes.

Com a metragem pequena, a cama suspensa entra como ótima solução, que as crianças adoram. Aqui, aparece como um mezanino. Bruno dorme em cima (a proteção de madeira em um clima “escoteiro”) e o espaço da parte de baixo é todo aproveitado, com futon dobrado (sofazinho pra ele e cama para os amigos que vão dormir), e um gaveteiro azul com rodízios, feito sob medida para ajudar a guardar brinquedos. Prateleiras e nichos ficam espalhadas por ali e no alto, com os amados bonecos do menino e a coleção de lego montadinha.

_ Esse foi um quarto muito personalizado, desenvolvemos quase tudo para ele, muita coisa digital, como os quadrinhos, o tapete (uma espécie de PVC), as estampas da colcha e almofadas… Tem ainda a flâmula com o nome dele, a letra forrada em tecido, as almofadas em forma de heróis e o painel com mapa _ conta Mariana Moraes.

Hana escolheu o verde para predominar no ambiente por ser uma cor muito encontrada nesse universo dos super-heróis e também no lego. A bancada em frente à cama é dedicada a essa outra paixão de Bruno, com o acabamento aparecendo até na lateral.

_ A mãe tinha visto uma mesa assim que fiz para outro quarto e pediu para o Bruno, tinha tudo a ver mesmo. A estante, fiz com canos aparentes, uma pegada meio industrial, com o papel de parede que imita tijolinhos (Nina Moraes) _ conta a arquiteta. _ E logo na entrada do quarto, aproveitamos a lateral do armário pra fazer as prateleiras fininhas pros bonecos de lego, e cada um fica encaixado pra não cair à toa.

O armário ganhou revestimento de lousa (para pilot) e nichos abertos – um recurso que Hana adora pra quebrar aquele aspecto de “blocão”. Que mais? Cabideiro de skate, suportes para as bolas de futebol e pufão para se atirar em frente à TV e o videogame.

Amamos:

A bancada lego fica muito divertida, nas cores das pecinhas. E os canos aparentes, a gente adora!

Mão na massa:

Aproveitar a lateral do armário é uma boa ideia para expor peças pequeninas. Aqui, foram feitas prateleiras fininhas e fixadas, em cada uma, pecinha para encaixar o lego.

Deixe seu comentário