Onde: No pátio da Casa de Teatro, uma escola de teatro tradicional de Porto Alegre.

Quem fez: Tatiana Cruz, jornalista, editora do site Marisol.

Sem tema: A inspiração foi a própria Elena. “Quando ficava no Pinterest, pesquisando imagens, notava que tinham ilustrações que eram a cara dela. Perto do aniversário, decidi imprimir algumas para compor um painel atrás da mesa do parabéns. Lá no pátio, já tinha a parede de lambri de madeira desgastada. Aos poucos, sem gastar quase nada, eu ia separando molduras e caixas sem uso e colando as ilustras. Também fui guardando pratinhos de papelão. Fotos da família e a tela que a minha filha mais velha (Clara) pintou para a porta da maternidade entraram ainda na composição, repetindo os tons de vermelho e amarelo”.

Mesa do bolo: Uma manta de crochê serviu como toalha. Os pratos do bolo e dos doces foram emprestados por amigos. Os brinquedos de Elena também foram para a mesa, junto com dois porta-retratos. Tatiana modelou em arame o número “5” e usou retalhos que tinha em casa para forrar. E olha o bolo que barato! Foi Elena que fez os desenhos em cima da pasta americana, com canetinhas coloridas comestíveis.

Boa ideia: Para enfeitar o pátio, Tatiana – louca por fitas – foi atrás delas. Como as de cetim são muito caras, ela investiu em rolos de fitas de TNT (R$ 2, o rolo!), que produziram o mesmo efeito. Ela, o marido e as filhas enfeitaram  troncos de árvores, esculturas, etc.

Mão na massa: Para divertir, tinham arara de fantasias, bolas, rolo de papel pardo, giz e brincadeiras de antigamente. A jornalista criou amarelinhas em TNT amarelo e fez pés de lata para andar em cima (veja o passo a passo aqui). “Desde que passei a trabalhar em casa, eu mesma comecei a fazer as festinhas, com uma pegada mais econômica. Inicio o processo com um mês de antecedência, sempre com o número correspondente à idade delas. E assim elas acompanham, veem que as coisas não nascem prontas, que são prazeres cotidianos. É meio terapêutico até. Um rito de passagem. Como a gestação delas”.

Deixe seu comentário