O gramado no prédio onde a designer Taís Lancates mora, no Recreio, foi o palco de uma oficina de brinquedos das mais animadas, repleta de ideias simples, que mães e filhos podem fazer juntos nessas férias. A primeira providência foi montar o set: Taís, sempre criativa, fez uma bancada forrada de tecido (sobre dois cavaletes) que imita toras de madeira – um charme! Trouxe vários objetos que deram o tom de “oficina”, caixas, tesouras, colas, tintas, papeis, escadinha… E as crianças, Marina, de 6 anos, Jorge Felipe, de 8, e os irmãos Bernardo e Marina, de 7 e 4 anos, se esbaldaram de tanto inventar moda.

Seguem aqui algumas dicas para fazer um playground nesse estilo ao ar livre, descontraído e envolvente.  

. Busque uma sombra fresca para montar a oficina. Abra no piso um tecido confortável e espalhe o material: tintas, tesouras, papéis coloridos.

. Pufes de pneu: esses foram cobertos com grama artificial (comprada a metro na região do Saara) e ganharam uma tampa, para fechar o buraco no meio e virar assentos.

. Teatrinho de fantoches: Taís usou uma caixa de pizza de papelão (40 x 50 cm), tirou o retângulo do fundo para abrir um buraco onde fica o palco. Usou essa aba para criar uma “caixa” que serve para guardar fantoches. A frente do teatro foi estampada com papel colado, cortininhas de tecido e, em cima, uma alça de couro facilita o transporte. Dentro, bonecos de papel, recortados, foram fixados em palitos de picolé (e viraram os fantoches).

. Forte apache de papelão: faça o molde em cartolina e risque o modelo no papelão rígido (1m x 30 cm), lembrando que a estrutura precisa formar um quadrado, com torre e porta em forma de arco. Depois, basta fazer as dobraduras e deixar que algum dos pequenos pinte do seu jeito.

. Tenda: essa foi feita com dois sarrafos de pinus de 2,20 x 1,20 m (as bases), e 4 sarrafos de 1,10 x 4,5 cm de largura (que fazem o X). O de cima, na horizontal, mede 1,40m (e tem 1 x 1 cm). O tecido precisa ser cortado na medida para fechar toda a estrutura (esse de tijolinhos foi um “achado” da designer, na regiào do Saara). Fitas de algodão arrematam ligando lado a lado as abas para não deixar a estrutura abrir.  

. As crianças se esbaldaram também prendendo recortes de papel em  fios de barbante, criando bandeirolas fofas com bonecos, letras…. Experimente usar estampas bacanas, encontrados em lojas de Scrap Book.

Deixe seu comentário

2 comentários

  1. Carla Alexandra

    Inspirador ,criativo e de um imenso bom gosto!Parabens

    Responder

  2. Erica Amorim

    Parabéns Taís ! Seus trabalhos como sempre lindos .

    Responder