Casa das meninas

Estampas não faltam nos estofados, nos papéis de parede e até nos quadros que pontuam o apartamento da designer carioca JULIA MENDES. Fã de cores assumidas, ela usa uma paleta criativa e faz de seu lar um retrato perfeito do estilo de vida leve e descontraído da família.  

Fotos: André Nazareth

Julia Mendes é dona do ateliê Lá na Ladeira, especializado em renovar com cores e estampas móveis antigos. Marcos Faria é designer e pilota o estudio 6D, de mídia digital. Estéticos por natureza, eles encontraram nesse apartamento de cerca de 160m2, original da década de 40, no alto da Gávea carioca, o espaço perfeito para ver a família crescer. A mudança aconteceu há tempos, quando Ana, de 10 anos, e Lia, de 7 anos , ainda eram pequenas. No ano passado, quando a temporã Dora (atualmente com 1 ano e meio) nasceu, resolveram fazer uma reforma radical, fechando parte do estar para criar um novo cômodo para as crianças.

– Conseguimos manter um ambiente de televisão integrado à sala, mas agora a Ana, pré-adolescente, tem o quarto só dela. E as duas menores ficaram juntas. O legal é que usamos cada centímetro da casa, não há sobras e excessos. De dia, os brinquedos se espalham e, à noite, tudo volta ao seu lugar. As meninas entendem que é preciso dessa harmonia para todos termos um convívio saudável. E se acostumaram a manter tudo arrumado – avisa Julia.

Expert em cores e estampas, Julia trouxe esse clima lúdico e alegre para a decoração da casa. Em cada cantinho, há um toque de personalidade, uma lembrança de família, um presente de um amigo querido. E todas as peças se reúnem sem cerimônia criando ambientes confortáveis e alegres.  Quem chega se sente imediatamente envolvido por essa atmosfera leve e a vontade que dá é de  sentar, se esparramar e entrar na brincadeira das meninas, que são pura simpatia.

– Minha sala tem móveis herdados, como os sofás e o carrinho de chá da casa dos pais do Marcos. Acho que ambiente com tudo novo fica falso, gostamos da mistura, de reunir diferentes épocas e estilos. Afinal, somos isso tudo – diz Julia.

Ela assinou a reforma total dos quartos das meninas: com vários tecidos bacanas do Lá na Ladeira, forrou paredes, tingiu os móveis e encaixou diversos cestos de fibra embaixo da bancada, da forma mais prática de organizar os brinquedos sem investir em marcenaria.

– Até os nichos da estante fiz com caixotes de feira pintados com uma cor forte. Quarto de criança tem que ser divertido, aconchegante e versátil. Elas mudam, os gostos variam e acho importante poder acompanhar essas diferentes fases sem ter que investir fortunas – explica.

Amamos:

A escrivaninha encaixada embaixo da cama de Lia, desenhando um espaço compacto, mas bem-aproveitado. E as estampas nas paredes!

Mão na massa:

Caixotes de feira, pintados, viraram nichos da estante. E uma toalha de mesa se transformou na colcha da Dora.

Deixe seu comentário